Tuesday, February 20, 2024

Remada Baixa Articulada: O que é e qual o propósito deste exercício

Você está procurando fortalecer as costas e melhorar sua postura em geral? Se sim, o Articulated Low Row é o treino perfeito para você.

Este exercício trabalha vários músculos da parte superior do corpo, incluindo os latíssimos do dorso, os romboides e os deltoides posteriores. Ao incorporar uma forma e técnica adequadas, você pode maximizar a ativação muscular e promover o desenvolvimento de força.

Neste artigo, vamos explorar a mecânica do Articulated Low Row e fornecer orientações instrucionais para ajudá-lo a realizá-lo corretamente e com segurança.

Vamos começar a conquistar uma coluna mais forte e saudável!

Benefícios do Remo Baixo Articulado:

  1. Fortalecimento muscular: O remo baixo articulado é um exercício eficaz para fortalecer os músculos das costas, incluindo os músculos do trapézio, deltoides, latíssimo do dorso e eretores da espinha. Ele também trabalha os músculos dos braços, como os bíceps e os músculos do antebraço.

  2. Melhora da postura: Ao fortalecer os músculos das costas, o remo baixo articulado ajuda a melhorar a postura. Isso é especialmente benéf

Você vai adorar os benefícios do Remo Baixo Articulado, como aumento da força das costas e melhora da postura. O Remo Baixo Articulado é um exercício composto que tem como alvo principalmente os músculos das costas, incluindo o grande dorsal, romboides e trapézio.

Ao realizar esse exercício corretamente e de forma consistente, você pode aumentar a ativação muscular nessas áreas, resultando em maior força e definição muscular.

Pesquisas científicas apoiam a eficácia do Remo Baixo Articulado para o desenvolvimento da força das costas. Estudos mostraram que esse exercício ativa um grande número de unidades motoras nos músculos alvo, resultando em recrutamento muscular significativo. Além disso, a execução adequada desse movimento promove ângulos articulares e padrões de movimento ideais para maximizar o engajamento muscular enquanto minimiza a sobrecarga em outras estruturas.

Para realizar o Remo Baixo Articulado de forma eficaz e segura, comece sentado com os joelhos ligeiramente flexionados e os pés firmemente apoiados no chão. Segure as alças com pegada pronada e retraia as escápulas, mantendo uma boa postura ao longo do exercício. Puxe os cotovelos para trás até alinhá-los com o torso enquanto expira lentamente. Faça uma breve pausa na contração máxima antes de retornar à posição inicial enquanto inspira.

Lembre-se sempre de priorizar a forma correta para evitar lesões durante qualquer rotina de exercícios.

Forma e técnica adequada para a Remada Baixa Articulada

Para garantir que você mantenha a forma e a técnica adequadas durante este exercício, concentre-se em engajar os músculos das costas e manter os ombros relaxados.

O remo baixo articulado é um exercício composto que tem como alvo principalmente os músculos das costas superiores, incluindo o grande dorsal, os romboides e o trapézio.

Aqui estão alguns pontos-chave para se ter em mente ao realizar este exercício:

  • Segure as alças com pegada pronada e sente-se ereto(a) na máquina.
  • Mantenha o peito erguido e a coluna neutra durante todo o movimento.
  • Puxe as alças em direção ao corpo retraindo as escápulas e aproximando as omoplatas.
  • Evite usar impulso excessivo ou depender de outros grupos musculares para auxiliar no movimento.
  • Expire ao puxar as alças em direção a você, focando em manter um movimento controlado.
  • Faça uma breve pausa na contração máxima antes de retornar lentamente à posição inicial.

Músculos Alvo do Remo Baixo Articulado

Os músculos principalmente trabalhados pelo remo baixo articulado incluem o latíssimo do dorso, romboides e trapézio. Este exercício é projetado para ativar esses músculos principais a fim de melhorar a força do corpo superior e a postura. Evidências científicas apoiam a eficácia do remo baixo articulado no envolvimento desses grupos musculares.

Ao utilizar a forma e técnica corretas, você pode maximizar a ativação muscular e minimizar o risco de lesões. Para realizar este exercício corretamente, comece sentado em posição ereta com os pés firmemente apoiados no chão. Segure as alças com pegada pronada e comece retraindo as escápulas enquanto puxa em direção ao peito. Expire durante a fase de puxada e inspire ao retornar à posição inicial.

Lembre-se de manter um movimento controlado durante todo o exercício, concentrando-se em apertar as escápulas juntas para uma ativação muscular ideal. Os músculos secundários envolvidos neste exercício incluem o bíceps braquial, antebraços e músculos eretores da coluna.

Como incorporar a Remada Baixa Articulada na sua rotina de exercícios

Incorporar o remo baixo articulado à sua rotina pode ajudar a melhorar a força do corpo superior e a postura. Este exercício tem como alvo principalmente os músculos das costas, incluindo o grande dorsal, romboides e trapézio.

Para realizar o exercício corretamente, comece sentando-se ereto em uma máquina de remo com os pés firmemente apoiados nos apoios para os pés. Segure as alças com uma pegada supinada e retraia as escápulas antes de iniciar o movimento. Puxe os cotovelos para trás, mantendo-os próximos ao corpo, até que estejam totalmente flexionados e paralelos ao chão. Faça uma breve pausa neste ponto antes de retornar lentamente à posição inicial de forma controlada.

Para maximizar os benefícios desse exercício e garantir a segurança, é importante aquecer adequadamente antes. Faça alongamentos dinâmicos que visem os ombros, peito e parte superior das costas para aumentar o fluxo sanguíneo e preparar esses músculos para a atividade.

Para aumentar a resistência e intensidade durante esse exercício, você pode ajustar vários fatores:

  1. Aumentar o peso: Adicione gradualmente mais resistência à medida que sua força aumentar.
  2. Alterar a largura da pegada: Alterar a largura da pegada irá direcionar diferentes áreas das suas costas.
  3. Modificar o ritmo: Desacelere ou acelere o movimento para desafiar diferentes fibras musculares.

Lembre-se de sempre manter a forma correta em cada repetição e respirar de forma constante durante o exercício para obter resultados ótimos.

Variações e Modificações para a Remada Baixa Articulada

Ao ajustar a largura da pegada durante o exercício, você pode direcionar diferentes áreas das costas. A remada baixa articulada é um exercício eficaz para desenvolver força e resistência muscular na parte superior do corpo.

Evidências científicas apoiam sua capacidade de ativar grupos musculares-chave, como o grande dorsal, romboides e deltoides posteriores. A forma e técnica corretas são cruciais para maximizar os resultados e minimizar o risco de lesões.

Para modificar esse exercício, você pode usar diferentes opções de equipamentos, como bandas de resistência ou máquinas de cabo com sistemas de polias ajustáveis. Essas variações modificadas permitem uma maior amplitude de movimento e desafiam seus músculos em diferentes ângulos.

É importante escolher uma largura de pegada que se adapte aos seus objetivos individuais e nível de conforto, mantendo o alinhamento adequado dos ombros, cotovelos e pulsos durante o padrão de movimento.

Lembre-se de expirar durante a fase de esforço e inspirar durante o relaxamento para obter padrões de respiração ideais.

Conclusão

Em conclusão, a remada baixa articulada é um exercício altamente eficaz para alvejar e fortalecer os músculos das costas, especificamente o latíssimo do dorso e os romboides.

Pesquisas têm mostrado que esse exercício ativa esses músculos em grande medida, resultando em melhoria da postura e do fortalecimento geral do corpo superior.

Ao seguir uma forma e técnica adequadas, os indivíduos podem maximizar os benefícios desse exercício, ao mesmo tempo em que minimizam o risco de lesões.

Seja você um iniciante ou um atleta avançado, incluir a remada baixa articulada em sua rotina de exercícios pode ajudá-lo a alcançar seus objetivos de condicionamento físico.

Leave a comment